Melhores países para estudar finanças em 2021

Melhores países para estudar finanças em 2021

Pronto para estudar Finanças no exterior, mas não sabe exatamente onde? Nem sempre é fácil decidir, especialmente quando há tantas variáveis ​​e fatores para se manter em mente.

Cada aluno tem suas próprias necessidades e preferências – e é tão fácil se perder no mar de infinitos diplomas de bacharelado e mestrado em finanças.

Neste guia rápido, usamos três critérios principais para identificar os melhores países para futuros especialistas em finanças.

Estas são as taxas de matrícula da universidade, as melhores universidades em classificações internacionais e oportunidades de carreira para graduados.

Dessa forma, você pode escolher o melhor lugar para estudar Finanças, com base nos fundos disponíveis, ou com base no prestígio da universidade globalmente, ou em quão altas são suas chances de emprego após a formatura.

Melhor país para estudar Finanças: baratos

Para aqueles que desejam estudar finanças, mas não querem se endividar para fazê-lo, existem países onde as mensalidades são baixas ou os estudos de finanças são até gratuitos:

Alemanha

Quase todas as universidades públicas da Alemanha oferecem cursos gratuitos de bacharelado e mestrado. Isso se aplica a todas as disciplinas, incluindo finanças, e a todos os alunos internacionais, independentemente de sua nacionalidade.

Como estudante, você só precisa cobrir a taxa administrativa de cerca de 100–350 euros por semestre. Quanto ao custo de vida, você precisará de 700 a 1.000 euros por mês.

França

A França é outro destino ideal em termos de mensalidades. Nas universidades públicas, todos os estudantes internacionais pagam mensalidades inferiores a 1.000 euros por ano em todos os níveis de estudo (bacharelado, mestrado, doutorado).

Você também deve saber que as instituições francesas de ensino superior são bem conceituadas em todo o mundo.

Em termos de custo de vida, você gastará cerca de 800-1.000 EUR na maioria das cidades, com a principal exceção sendo Paris. Aqui, os custos aumentam significativamente, até 1.500-1.800 EUR por mês.

Por isso, se você quer saber mais sobre carta de credito contemplada bradesco e quer chegar no Brasil com todo o conhecimento, o exterior pode ajudar bastante.

Noruega, Dinamarca, Finlândia, Suécia

Se você vem da União Europeia (UE) ou do Espaço Econômico Europeu (EEE), pode estudar um programa de finanças gratuitamente em universidades públicas na Dinamarca, Finlândia ou Suécia.

A Noruega recebe pontos de bônus por aplicar a política de ensino gratuito a todos os estudantes internacionais.

Quanto ao custo de vida, esses países nórdicos são geralmente mais caros do que outros países europeus. Dependendo da cidade em que você vai morar e estudar, o orçamento mensal variará entre 700 e 1.400 EUR.

Conclusão

Realmente, encontrar um estudo para se especializar no exterior garante muitos pontos e mais oportunidades de trabalho para quem quer trabalhar fora do Brasil.

Há diversas oportunidades e alguns lugares, como os mencionados, que oferecem muitas vantagens para os estudantes que querem já começar a carreira com pontos extras.

Por isso, é importante entender qual é a sua realidade, estudar as melhores formas de conseguir entrar nesse país para estudar e analisar as opções de faculdades.

Em muitos casos, os estudantes não podem ter outro tipo de vínculo, como trabalhos, por isso, é necessário saber como se manter nesses locais financeiramente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *